sábado, 4 de agosto de 2012

Teoria do Esforço Humano

O que difere os seres humanos é o esforço de cada um. O esforço rege a sinfonia para aqueles que não querem simplesmente seguir com a maré. Siga sempre contra a maré, pois esse empenho é o que mantém nós, Homo sapiens, vivos. É preciso se esforçar para escrever, para ler, para trabalhar. É preciso se esforçar para levantar todo santo dia da cama. É preciso se esforçar para fazer com que um relacionamento dure mais do que uma única noite. Eu tenho uma visão romântica da vida, meus pais irão completar 35 anos de casados e eu sempre acreditei que o amor fluía naturalmente entre eles. Doce engano meu. Com o tempo, percebemos que amor nenhum dura sem esforço mútuo. E, acima de tudo, precisamos pesar se esse esforço é baseado em amor verdadeiro e crença na felicidade, ou se é puro comodismo e sacrifício por algo maior. É preciso se esforçar para garantir a sobrevivência da espécie. É preciso saber viver. Se o amor te transforma em guerreiro em um combate aberto, não há rendição até que um dos lados sucumba por final.

0 Comentários:

Postar um comentário

<< Home